sábado, 24 de maio de 2008

OS CAVALEIROS TEMPLÁRIOS



Fundada em 12 de junho de 1118, em Jerusalém por Hugues de Payens e Gogofredo de Saint Omer. Chamada de "Pobres Cavaleiros de Cristo e do Templo de Salomão", a Ordem do Templo foi criada , supostamente, para defender Jerusalém dos infiéis, guardar o Santo Sepulcro e proteger os peregrinos à caminho a Terra Santa.



Hugues de Payens

Baldwuin II, rei de Jerusalém, recebeu a ambos e mais sete templários nos alojamentos das estrebarias do Templo de Salomão onde permaneceram por nove anos e seus trabalhos e pesquisas permaneceram secretos. Eles retornaram à Europa plenos de glória e mistérios e seu retorno coincidiu com a construção das primeiras catedrais góticas.

Este relato é, no mínimo, intrigante. Como nove membros da nobreza conseguiriam proteger peregrinos, guardar o Santo Sepulcro e, pior, defender Jerusalém? Além do mais, não se admitia outros membros nessa época. Na verdade, esta Ordem foi criada por uma outra Ordem e esses nobres permaneceram dentro do Templo de Jerusalém para uma cumprir uma missão. Missão definida e claramente apoiada pelo rei de Jerusalém, Baldwuin II que era na verdade, um descendente da nobreza francesa, da casa d’Anjou.


Cavaleiro do Santo Sepulcro


Os Templários juraram pobreza, castidade e obediência; não aceitavam adeptos, porém a Ordem dos Templários foi uma das mais ricas instituições posteriormente e contavam com milhares de adeptos.


Por trás da Ordem do Templo, se ergueram figuras míticas de personagem bem curiosos, que inspiraram o ideal Sinárquico Templário do Oriente em conjunção com os Ismaelitas do Velho da Montanha, os cabalistas, judeus da Espanha muçulmana, as ordas do Khanat de Gengiskan, os cavaleiros árabes de Saladino, as histórias do cálice, romances e lendas da Távola Redonda, Parcival entre outros. Um ímpeto espiritual sem precedentes na história medieval.


Cavaleiro Percival


E Jerusalém foi tomada de assalto no século XII, o que também descaracterizou a principal missão externa da Ordem do Templo.

São Bernardo de Clairvaux, fundador da Ordem Cistercense, foi o patrono dos templários e recebeu de presente várias propriedades pertencentes aos templários. Ele pediu a cooperação da Ordem, através de Hugues de Payen, para libertação da Terra Santa.


Bernardo de Clairvaux


Em 1128 de nossa era, o Papa Honório II aprova a Ordem Templária, dando a eles uma vestimenta especial, um hábito e um manto brancos. Em 1145 o Papa Eugênio III, lhes concede como distintivo, a cruz vermelha, que foi inicialmente usada do lado esquerdo do manto e mais tarde, também no peito. Em 1163, o Papa Alexandre III outorgou a carta constitutiva da Ordem, que na verdade parecia com as regras da Ordem Cistercense.

Devido as doações altíssimas de jóias e terras, auferiram poderes e, até chegaram a só render obediência ao grão-mestre e ao Papa.

Uma informação deve ser acrescentada: O Vaticano, em Roma, está por cima do cemitério onde supostamente Pedro, o Apóstolo foi enterrado após ser crucificado de cabeça para baixo. A autoridade Papal é baseada no fato de Jesus Ter chamado Pedro de "rocha", que ele daria continuidade a mensagem externa de Jesus.

Os templários, por sua vez, possuíam a missão de guardiães da mensagem interna, ou seja, do continuísmo profético da arca da aliança, tesouros espirituais e, dos segredos da genealogia de Jesus que, descendendo da linhagem de Davi, via Salomão era, além do Messias Prometido, um rei de fato. Eram mais afeitos à João (NT) que , segundo relato bíblico, recebeu de Jesus a incumbência da linhagem ou seguidores da linhagem, já que Jesus solicitou a João que cuidasse de Maria, sua mãe e vice-versa.

A Ordem do Templo era constituída de vários graus e a mais importante foi a dos cavaleiros, descendentes de alta estirpe em sua maioria. Tinham também clérigos ( bispos, padres e diáconos) e outras duas classes de irmãos servidores, os criados e artífices.

Chegaram a ser grandes financistas e banqueiros internacionais, cuja riquezas chegaram a o seu apogeu no século XIII. Seu papel na Igreja pode ser avaliado pelo fato de haver representantes nos Concílios da Igreja católica (Troyes, Latão, Lyon).

Devido ao extremo sigilo de sua missão e sua iniciação, os leigos atribuíam as mais horríveis práticas e histórias infundadas.

Após a tomada de Jerusalém pelos sarracenos (muçulmanos que negociavam, no período de trégua, com os templários, pois acreditavam ser prudente Ter algum dinheiro investido com os cristãos para o caso de que os avatares da guerra pudessem terminar em alguma espécie de pacto com os europeus) em 1291, adveio a queda do reino latino; o quartel general da Ordem foi transferida da Cidade Santa para Chipre, e Paris passou à categoria de seu principal centro na Europa.

Embora a Ordem tenha sido abalada em sua razão de ser quando o túmulo de Cristo passou para os muçulmanos, ainda era poderosamente rica e, a corte da França além do Papa deviam dinheiro a eles e passaram a ser cobiçados pelo rei francês, Felipe, o Belo. Esse rei confiscou os haveres dos lombardos e judeus e os expulsou do país. Os templários corriam perigo pois o imenso patrimônio (150.000 florins de ouro, 10.000 casa ou solares, inúmeras fortalezas, pratarias, vasos de ouro, entre outras preciosidades. Trinta mil simpatizantes em 9.000 comendadorias entre Palestina, Antióquia, Tripoli, França, Sicília, Inglaterra, Escócia, Irlanda etc. Isto era apenas o que o rei sabia , em seu território.

Felipe e o Papa fizeram uma perigosa cilada, ajudada por opositores que, interessados na desmoralização da Ordem, contra ela, levantou graves acusações.

Em 13 de outubro de 1307, numa Sexta feira, mandou prender todos os templários e seu grão-mestre, Jacques de Molay, os quais, submetidos à inquisição, foram por estes, acusados de hereges. Por meio de inomináveis torturas físicas, infligidas a ferro e fogo, foram arrancados desses infelizes as mais contraditórias confissões.



Jacques De Molay


O Papa, desejoso de aniquilar a Ordem, mantendo a hegemonia da Igreja de S. Pedro, e livrar-se da dívida, convocou o Concílio de Viena em 1311, com esse fim mas não conseguiu. Convocou um outro, porém privado em 22 de novembro de 1312 e aboliu a Ordem, conquanto admitindo a falta de provas das acusações. As riquezas da Ordem foram confiscadas em benefício da Ordem de São João, mas é certo que uma grossa parcela foi parar nos cofres franceses de Felipe, o Belo.

A tragédia atingiu seu ponto culminante em 14 de março de 1314, quando o grão-mestre do templo, Jacques De Molay e Godofredo de Charney, preceptor da Normandia, foram publicamente queimados no pelourinho diante da Catedral de Notre Dame, ante o povo, como hereges impenitentes. Diz-se que o grão-mestre, ao ser queimado lentamente, voltou a cabeça em direção ao local onde se encontrava o rei e imprecou:

"Papa Clemente, Cavaleiro guilherme de Nogaret, rei Felipe...Convoco-os ao tribunal dos céus antes que termine o ano, para que recebam vosso justo castigo. Malditos, malditos, malditos!...Sereis malditos até treze gerações..."

E de fato, antes de decorridos o prazo, todos estavam mortos.


Jacques De Molay e Godofredo de Charney


Em Portugal, o rei D.Dinis não aceita as acusações, funda a Ordem de Cristo para qual passou alguns templários. Na Inglaterra, o rei Eduardo II, que não concordara com as ações do sogro. Felipe, ordena uma investigação cujo resultado proclama a inocência da Ordem.

Na inglaterra, Escócia e Irlanda, os templários distribuíram-se entre a Ordem dos Hospitalários, monastérios e abadias. Na Espanha, o Concílio de Salamanca, declara unanimemente que os acusados são inocentes e funda a Ordem de Montesa. Na Alemanha e Itália a maioria dos Cavaleiros permaneceram livres. Tambem os rozacruzes, Grande Fraternidade Universal, OSTG (Ordem sagrada do Templo e do Graal.

A destruição da Ordem não suprimiu os ensinamentos mais profundos. A maçonaria e a Ordem DeMolay mantém a mística até os dias de hoje.





A ORDEM ATRÁS DA ORDEM


A missão do priorado do Sion continuou intocável. Os seguidores da linhagem mantiveram-se atentos e, apesar do sofrimento do segmento da Ordem dos Templários, e o surgimento de outras denominações envolvendo os templários, os guardiães do Graal e dos tesouros hebraicos continuavam sob a égide do Priorado de Sion.

Mas quem foram realmente os templários e qual foi a verdadeira finalidade da criação dessa Orem de Cavalaria? Se havia uma Ordem que autorizou esta facção, o que ela realmente desejava? Quem seriam? Quando foi fundada? E por que?

De acordo com os lendários conhecimentos ocultos e bem guardados pelos templários antigos e modernos, os princípios que serviram de ideal para a fundação oficial da Ordem do Templo perante o mundo profano, são tão antigos quanto a própria história da humanidade.

Existiram os cruzados e os templários, onde estes últimos seguiram um objetivo bem diferente do que o da conquista de Jerusalém...Ao se instalarem nas ruínas do templo de Salomão, diz-se que eles encontraram os túneis secretos que levavam ao tesouro da biblioteca oculta onde estava guardados os segredos da antiga Ordem Hermética a qual pertenceu o rei Salomão, contendo também os diversos segredos de construção e arquitetura (gótica), segredos de navegação , as tábuas da lei e a arca da aliança, ressurgindo assim, os sagrados ideais de outrora, ocultado no interior de uma Ordem monástica com o nome de "Ordem dos Pobres Companheiros de Cristo", ficando conhecida mais tarde por "Ordem dos Pobres Cavaleiros do Templo de Salomão, ou do Templo de Jerusalém", e , finalmente "Ordem do Templo".

Vencidos os obstáculos, descobriram uma passagem oculta só conhecida antes por iniciados nos mistérios, e no fim dessa passagem, uma porta dourada onde estava escrito: "Se é a curiosidade que aqui vos conduz, desisti e voltai. Se persistirdes em conhecer os mistérios da existência, fazei antes o vosso testamento e despedi-vos do mundo dos vivos".

Dessa forma, após muita hesitação, um dos cavaleiros bateu na porta dizendo: "Abri em nome de Cristo" e a porta abriu-se. Ao entrarem, encontraram entre figuras estranhas um forma de estátuas e estatuetas, um trono coberto de seda e sobre ele, um triângulo com a décima letra hebraica, YOD. Junto aos degraus do trono, estava a Lei Sagrada.

A Ordem do Templo sempre possuiu duas hierarquias, uma Interna e outra Externa. Faziam parte da Hierarquia Externa, os militares que defendiam a Terra Santa e os peregrinos que a ela se dirigiam. Já a Interna, era composta por homens e algumas mulheres que se dedicavam principalmente aos estudos herméticos e ocultos.

No início da Ordem, os Mestres do Templo eram sempre oriundos da Hierarquia Interna, sendo portanto, grandes Iniciados nos mistérios. Mas, a partir do mestrado de Bertrand de Blanchefort (1156-1169), introduziu-se o costume de escolher como Mestre do Templo, um profano da Hierarquia Externa que já tivesse, inclusive, desempenhado altas funções no Reino de Jerusalém, sendo Cavaleiros já amadurecidos na observância da regra. Esse costume demonstra o possível desejo de garantir a influência da Ordem perante aqueles que exerciam o poder na época, influência aliás, que já era muito grande. Foi nessa época também que houveram muitos desmandos, vícios, prepotência e arrogância dos Mestres do Templo.

Isto talvez explique os erros lastimáveis que cometeram os Mestres da Ordem, como por exemplo, a perda da batalha de Hattin e a conseqüente perda de Jerusalém durante o mestrado de Gerard de Ridefort (1184-1189). Por erros e traições perpetradas por alguns Mestres, muitos se revoltaram dentro e fora da Ordem, até que novamente conseguiram trazer para Mestre, Jacques de Molay, que apesar de ser praticamente iletrado, possuía o verdadeiro coração de um templário, sendo um dos responsáveis pela perpetuação da Hierarquia Interna através dos difíceis dias daquela época da Inquisição, bem como pela passividade diante da destruição da Hierarquia Externa, aceita pelos Mestres Ocultos do Templo como condição para que a Sabedoria secreta pudesse ser salva. Seria difícil crer que um exército disciplinado e treinado, com milhares de homens, com influências em todas as áreas e possuidores de imensas riquezas, não tivesse amigos e informantes.

Dessa forma, puderam os altos dignitários do Templo, dar a seus membros, palavras de passe e sinais de reconhecimento, para que se albergassem em outras confrarias onde seriam acolhidos e protegidos, principalmente pelos franco-maçons. Seus verdadeiros tesouros, isto é, seus conhecimentos, foram resguardados de mãos profanas, os arquivos e pergaminhos valiosos, foram colocados a salvo.

Portanto, a Hierarquia Externa do templo, seu lado profano e militar, perdeu seu poderio.

21 comentários:

  1. Angélica Almeida Couto26 de maio de 2008 04:56

    Gostei de sua iniciativa. Tenho certeza que as pessoas vão começar a vêr a maçonaria de uma forma diferente e não do jeito que já estamos acostumados a ouvir por aí. Na verdade o que estava faltando era informação, conteúdos maçonicos verdadeiros e não mitos. PARABÉNS MAIS UMA VEZ!

    ResponderExcluir
  2. Agora tive a oportunidade de ver o teu novo blog que me parece melhor que o anterior. Ja estamos aprendiendo não é......
    Desta forma estas informando melhor as duvidas da maçonaria.
    Como eu diz anteriormente como tenho inveja disso vou com um pouco mas de tempo limpar o meu e tratar de fazer algo melhor.
    Felicidades. Jorge

    ResponderExcluir
  3. Ora,em tempos como os de hoje não existe mais o bem e o mal,a maçonaria é o que agente quiser que ela seja.
    Não é tudo em nome do senhor mesmo?
    as trevas e a luz não são pra ele a mesma coisa?
    Que diferença faz saber o que realmente é a maçonaria,nos humanos só acreditamos no que nos convem acreditar.

    ResponderExcluir
  4. VENHO DO PASSADO DE QUANDO fELIPE O BELO NOS TRAIU, PORÉM NÃO CALOU A NOSSA ORDEM, DE MANTER A SABEDORIA A HONRA E A LEALDADE, UM COMENTARIO DE UM IRMÃO ANTIGO

    ResponderExcluir
  5. Aparecido Benedito Antonio11 de dezembro de 2009 05:49

    Parabens pela postura em lutar pela informação,que representa a origem dos mistérios da vida.

    ResponderExcluir
  6. E o pior de tudo que ainda tem gente que segue um besteirol destes que vcs escrevem sobre a Igreja Católica! Vai adquirir cultura antes de ficar escrevendo bobagens prá pessoas pouco esclarecidas!
    É triste ver pessoas utilizando-se da internet prá escrever coisas preconceituosas que acredita entender. Isto me dá nojo!!! Duvido que vc tenha a coragem de exibir este meu comentário. É revoltante.
    Ana Karen Fiaglio

    ResponderExcluir
  7. Fortitudo et honor Victoria ad fortes.
    Os leigos falam com emoção sem razão.
    Um bom pedreiro, ouve o leigo, avalia com razão e constroi com emoção.
    Ordo Pauperum Commilitonum Christi Templique Salominic.

    ResponderExcluir
  8. Gostária que alguem que é maçon ou cavaleiro templario me responde-se
    verdadeiramente algumas perguntas.
    Mas alguem que respondera de verdade.

    fica meu email para contato.
    tec.rajare@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. gostaria de saber o significado das palavras:
    honra,lealdade,verdade,justiça

    elas soaram muito
    se puder ser por email agradeço.

    ResponderExcluir
  10. Muito bom. Oportuno lembrar de uma frase que diz: "O maior prazer de uma pessoa inteligente é bancar o idiota diante de um idiota que banca o inteligente."
    Agregar conhecimento chama-se sabedoria, devemos aprender a aprender e não a criticar, afinal mesmos os Mestres são eternos aprendizes...

    ResponderExcluir
  11. o BRASIL precisa de patriotas,homens de honra,mais estadistas e menos politicos.
    O estadista pensa na proxima geraçao,o politico pensa na proxima eleiçao.

    ResponderExcluir
  12. gostaria de mais informações se possível...se a maçonaria está realmente ligada ao mal !

    ResponderExcluir
  13. SÓ GOSTARIA DE FAZER ALGUMAS PERGUNTAS, JÁ QUE A MAÇONARIA É DE DEUS, COMO VC AFIRMA... POR QUE EX MAÇÔNS DE NÍVEIS ALTOS MORRERAM AO CONTAR A RELAÇÃO DE VCS COM O PRÓPRIO LÚCIFER DURANTE AS SESSÕES NAS LOJAS?? POR QUE VCS SEMPRE LUTARAM CONTRA A IGREJA, DIFAMANDO-A E ENSINANDO HISTÓRIAS TOTALMENTE ERRADAS, QUE NEM MESMO ACONTECERAM OU ACONTECERAM DE OUTRAS FORMAS SOBRE A IDADE MÉDIA, APÓS A REVOLUÇÃO FRANCESA ECOM O COMUNISMO???
    POR QUE VCS INVENTARAM FILOSOFIAS NÃO-TRANSENDENTAIS QUERENDO PROVAR QUE DEUS NÃO EXISTE, A EXEMPLO DO HUMANISMO, RELATIVISMO, RACIONALISMO, ETC.? POR QUE VOCÊS QUEREM A TERCEIRA ORDEM MUNDIAL?? POR QUE VOCÊS COLOCARAM O MASTERPLANO EM PRÁTICA E TRANSFORMARAM A IGREJA CATÓLICA NO ARAUTO DO ANTI-CRISTO?? POR QUE VOCÊS LUTAM PELO CRESCENTE MATERIALISMO E NEGANDO O APEGO AOS BENS ESPIRITUAIS (NÃO VAI DE ENCONTRO COM O QUE JESUS QUIS?)? POR QUE VOCÊS CRIARAM HERESIAS COMO O PROTESTANTISMO, POIS O PRÓPRIO LUTERO (ROSACRUCIANO) FALA NO SEU LIVRO NEGRO QUE O PRÓPRIO SATANÁS OUTORGA-LHE AS 95 TESES E ELE PINTA E BORDA COM DEUS (CHAMANDO-O DE TIRANO), NOSSA SENHORA (BLASFEMANDO-A ATÉ A PRÓPRIA CANETA SE RECUSAR A ESCREVER)? POR QUE ALLAN KARDEC ERA MAÇON E FEZ QUESTÃO DE INVADIR A FRANÇA CATÓLICA? (ESPIRITISMO É COISA DO DEMÔNIO E É PAGANISMO)! POR QUE VOCÊS SÃO DONOS DA MÍDIA E SÓ PROMOVEM QUEM VOCÈS QUEREM (DO INTERESSE DE VOCÊS)? POR QUE USAM O "OLHO DE HORUS", O UNICÓRNIO, A PIRÂMIDE COM O "OLHO QUE TUDO VÊ" QUE SÃO SÍMBOLOS SATÂNICOS? POR QUE SEMPRE VCS ESTÃO ENVOLVIDOS COM PESSOAS LIGADAS AO SATANISMO? POR QUE MADONA, QUE UMA ILUMINATI, USA SÍBOLOS MAÇÔNICOS E QUER PROMOVER A ERA SEXUAL, INCLUSIVE COM CRUXIFIXO NA...? POR QUE DENTRO DA MAÇONARIA CORRE TANTO DINHEIRO E PROMESSAS DE DELEITES CARNAIS AOS SEUS MEMBROS E VCS MATAM OS MEMBROS QUE REVELEM ALGO DAÍ???
    ***EU DUVIDO QUE VOCÊ PUBLIQUE!!!!****

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só hoje tive o pazer de acessar este blog. Terminada esta exposição o deletarei de meus favoritos.
      Seu anônimo, se queres ressposta para tudo o que escondido, nas trevas, escreveeu, acesse medina.ubirajaracasanova@ gmail.com e lhe responderei todas essas perguntas, mas não ao seu anônimo e sim a uma pessoa que não tem medo de se identificar. Ubirajara

      Excluir
  14. Anônimo! Você deve estudar o Espiritismo antes de fazer estas afirmações absurdas. Não comente daquilo que você ainda não se inteirou. Oro a Deus Todo Poderoso e peço em nome de Jesus, que lhe ajude na sua evolução espiritual e no seu aprimoramento, ESTUDANDO e não sendo um PSEUDO-SABIO. Fernando José da Costa Ferreira

    ResponderExcluir
  15. maçom, nao são templários nunca foram, um verdadeiro templário é humilde, louva a Deus e protege todo o que é de deus, mesmo tendo acontecido o que aconteceu no reinado de do rei joão IV em que condenou todos os templários a morte, maçom e satânico seu deus é o demônio, eu peço a deus que vos desmascare e mostre a verdade. o comentário do anonimo é verdade realmente vocês maçom nao são Deus, Deus pais criador do céu e da terra de todos os seres vivos o único Deus, Deus todo poderoso...

    ResponderExcluir
  16. A Ordem Templária, está ainda ativa dentro da Igreja, mesmo que poucos saibam, bem como a os Hospitalários em Malta! A Maçonaria sendo muito mística e de igual aos Ritos Egípcios no Tempo antigo, usando de igual nomeclaturas e designações entre os Membros. De fato no Fim dos Tempos veremos quem é que mente! Só há um meio de descobrir o mal escondido: Praticando o Creio Constantinopolitano, Humildade ,Fé Fortaleza, E Teremos a Sabedoria igual a do Rei Salomão Hebreu!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  19. OLA, BOA TARDE !

    tenho alguns amigos maçons de lojas diferentes, eles nunca tocaram no assunto comigo sobre a maçonaria porque?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque você não ira compreender. Apenas isto. Um grande tríplice abraço fraternal. Paz profunda ao irmão e a toda a família.

      Excluir

Ola, Obrigado por comentar, Volte Sempre!!

Regras:
- Não serão aceitos comentários contendo: palavrões, ofensas, ou qualquer tipo de discriminação!
- Não publicamos mais criticas negativas de "anônimos"! Para criticar, identifique-se!
- Os comentários serão respondidos aqui mesmo!