sexta-feira, 29 de agosto de 2008

MULHERES NA MAÇONARIA

A não admissão de mulheres na Maçonaria é uma tradição milenar que vem desde os Maçons Medievais, que deles vem sendo transmitida até nós através dos manuscritos dos antigos deveres que serviram de base para a elaboração dos regulamentos dos livros das constituições de James Anderson. Não há nenhum preceito especial que proíba as mulheres de participar da Maçonaria. Talvez a reclamação mais antiga que se conhece é contra essa tradição é da Rainha Elizabete quando no início do reinado, ao tomar conhecimento da existência da Maçonaria, soube não poder se afiliar a ela por ser mulher e assim não participar de seus segredos.
Não sendo um preceito formal pareceria aparentemente fácil esta tradição; pois bastaria simplesmente remover esta tradição. O problema está nas conseqüências de porque em qualquer sociedade a remoção de tradições milenares sempre traz consigo um mundo de contradições entre conservadores e não conservadores, e certamente surgiriam muitas cisões que poderiam levar a Maçonaria a uma grave situação de instabilidade interna de conseqüências imprevisíveis.
Mas na Maçonaria surge um problema adicional. A Maçonaria, apesar de universal, não tem um governo central, ou de uma administração mundial. Os grão-mestrados são todos completamente independentes, entre si, e não há quem os supervisione a não ser nas raras confederações. O que mantém a Maçonaria estável é uma tênue linha de comando mantida por uma série de dúbios landemarques e um regulamento geral maleável vindo dos manuscritos medievais que se baseiam na tradição, e nada mais.
Embora alguns citem a Grande Loja Unida da Inglaterra como um poder soberano, ela não tem nenhum poder de sanção sobre os Grão-Mestrados, pois todos eles funcionam perfeitamente quer sejam ou não sejam por ela reconhecidos. Ademais ela é sempre governada por um membro da Casa Real Inglesa e se ela fosse um poder máximo maçônico estaria toda Maçonaria Mundial submissa a um membro da Casa Real Inglesa já que o Grão Mestre da Grande Loja Unida da Inglaterra é sempre um nobre dessa estirpe. Aliás, o seu próprio nome já o diz, grande Loja Unida da Inglaterra, não da Terra.
Nessa situação, para mudar a tradição seria necessário convocar uma grande assembléia mundial de todos os Grão Mestrados e obter sua unanimidade na aceitação de mulheres. Só pensar nisso já nos dá calafrios.
Uma outra questão a considerar é que nenhum Grão Mestre pode se pronunciar sobre assuntos maçônicos fora da alçada dos seus poderes constitucionais sem que esteja autorizado por seu colégio de veneráveis, pois um assunto assim deverá ter necessariamente o aval das lojas, e os seus veneráveis devem ter a mesma aprovação unânime de seus membros.
Depois de assim, todos os Grão-Mestres estarem devidamente autorizados, seria necessário que se conseguisse unanimidade, ou pelo menos maioria absoluta no referido congresso mundial. Depois disso tudo vem a duvida maior. Quem teria poder para estabelecer as regras para esse magno conclave? Quem teria competência para convocar uma Assembléia assim? E mesmo que isso pudesse ser conseguido, quem teria o poder de promulgar e oficializar ou fazer cumprir a resolução? As próprias associações de Grão-Mestres, por mais poderosas que pareçam ser não têm nenhum poder de ingerência na administração dos Grão-Mestres associados.
Se quisermos evitar um imenso aparecimento de cisões e desentendimentos, creio melhor deixar tudo como está, e lançar uma pergunta: Se as mulheres têm tanto interesse na Maçonaria porque as Maçonarias mistas, ou mesmo as Maçonarias femininas, não progridem?
Pode até ser justo querermos aplacar as nossas consciências pelo fato de não admitirmos mulheres, mas para o bem da Maçonaria é muito melhor deixar como está.
Esta tradição é tão antiga quanto as guildas dos maçons medievais do século IX, quando as mulheres eram socialmente marginalizadas, uma situação que atravessou a Idade Média e a Idade Moderna, e entrou pela Era Contemporânea até ainda as primeiras décadas do século XX.
Isto lembra uma resposta dada pelo Papa João XXIII quando, em visita a América do Norte, recebeu uma comissão de mulheres que lhe foi pedir autorização para exercerem o sacerdócio. Ele disse: Isto é uma tradição milenar que não pode ser discutida.
Fonte: Samaúma - Portal Maçônico
Texto do Saudoso Irm Ambrósio Peters.
A R L S "Os Templários"
GOB/Paraná
Or de Curitiba - PR.
Escritor, Historiador Filosofo e Livre Pensador.

7 comentários:

  1. E-book gratuito "Cristão pode ser Maçom?" Visite o site http://www.unimab.com.br e pegue o seu.

    ResponderExcluir
  2. sempre lir muito sobre a maçonaria, acho muito interessante e sempre tive vontade de participar, mas infelizmente nao admitem mulher, tudo bem que é uma tradição milenar, mas pra toda regra ha excessao.Seria interessante se admitissem mulheres, o fato de só haver homem parece até um pouco preconceituoso.
    obrigada!

    ResponderExcluir
  3. Quem disse que a Maçonaria não pode aceitar mulheres? Quem foi que disse que só existe a Maçonaria Masculina? Acho que esqueceram, ou não quiseram mencionar que existem também a Maçonaria Mista (que aceita homens e mulheres) e a Maçonaria Feminina(que como o nome já diz, aceita somente mulheres). Sem dizem que a Maçonaria não é preconceituosa, pois, Ela combate o preconceito, Ela é Perfeita, mas o homem, este é preconceituoso. Em seus LandMarks, principalmente o de nº 18 menciona que não é aceito o negro, o aleijado e a mulher, pois bem, o negro foi aceito, o aleijado foi aceito, por que a mulher ainda não foi aceita? Se ela é Tradicionalista, por que Ela não manteve sua Tradição intocável, ou melhor, seus LandMarks iniciais? Meus Amigos e meus IIr.'., as coisas evoluíram, o mundo evoluiu, quem não acompanha a evolução das coisas, ficam para trás. A França é palco de Grandes Transformações, sempre foi e parece que sempre será. Recentemente, o Grande Oriente da França tem questionado a questão da mulher na Maçonaria, sendo a favor da mesma laborar por sua evolução física e espiritual. Pertenço a Ordem Maçônica Mista Internacional Le Droit Humain, no Brasil, sua Sede é no Oriente do Rio de Janeiro. Só no Brasil existem mais ou menos 11 Templos com 21 Lojas espalhadas, e no mundo, Ela sendo a maior em questão de Maçonaria Mista, está espalhada em 76 países. Como eu poderia dizer que a mulher não está presente na Maçonaria? Como eu poderia dizer que ela não é Reconhecida ou Regular? Quem reconhece ou quem regulariza? A GLUI ou o GOF? Gostaria de salientar uma coisa, antes da GLUI reconhecer o GOB, os IIr.'. não acham que o GOB era Espúria? Porque pelo que eu saiba, entre os IIr.'., que a GLUI não reconhece, é espúria. Então, antes da GLUI reconhecer o GOB, o GOB era espúria. Parem pra pensar o que os senhores andam falando por aí. Afinal, somos tolerantes, combatemos o fanatismo religioso e o preconceito, cavamos masmorras aos vícios e levantamos Templos a Virtude. Que a Luz do GADU possa Iluminar profundamente a mente de alguns IIr.'. porque MIMRCT! Teria muito mais pra falar. Teria pra dizer que muitos IIr.'. meus do GOB ou dos Orientes Independentes ou das Grandes Lojas, reconhecem em silêncio o Trabalho das Mistas ou Femininas e até se afiliam a Estas, porém, de forma Sigilosa com medo de serem escruídos de suas Obediências, mas guardem, isso tudo está perto de acabar, porque estamos evoluíndo, não vivemos mas na Idade da trevas, vivemos na Idade da Informática, Idade da Luz, Idade das Transformações e a mulher já conquistou o seu espaço a muito tempo e devemos lembrar também, que saímos dela.

    ResponderExcluir
  4. Quem disse que a Maçonaria não pode aceitar mulheres? Quem foi que disse que só existe a Maçonaria Masculina? Acho que esqueceram, ou não quiseram mencionar que existem também a Maçonaria Mista (que aceita homens e mulheres) e a Maçonaria Feminina(que como o nome já diz, aceita somente mulheres). Sem dizem que a Maçonaria não é preconceituosa, pois, Ela combate o preconceito, Ela é Perfeita, mas o homem, este é preconceituoso. Em seus LandMarks, principalmente o de nº 18 menciona que não é aceito o negro, o aleijado e a mulher, pois bem, o negro foi aceito, o aleijado foi aceito, por que a mulher ainda não foi aceita? Se ela é Tradicionalista, por que Ela não manteve sua Tradição intocável, ou melhor, seus LandMarks iniciais? Meus Amigos e meus IIr.'., as coisas evoluíram, o mundo evoluiu, quem não acompanha a evolução das coisas, ficam para trás. A França é palco de Grandes Transformações, sempre foi e parece que sempre será. Recentemente, o Grande Oriente da França tem questionado a questão da mulher na Maçonaria, sendo a favor da mesma laborar por sua evolução física e espiritual. Pertenço a Ordem Maçônica Mista Internacional Le Droit Humain, no Brasil, sua Sede é no Oriente do Rio de Janeiro. Só no Brasil existem mais ou menos 11 Templos com 21 Lojas espalhadas, e no mundo, Ela sendo a maior em questão de Maçonaria Mista, está espalhada em 76 países. Como eu poderia dizer que a mulher não está presente na Maçonaria? Como eu poderia dizer que ela não é Reconhecida ou Regular? Quem reconhece ou quem regulariza? A GLUI ou o GOF? Gostaria de salientar uma coisa, antes da GLUI reconhecer o GOB, os IIr.'. não acham que o GOB era Espúria? Porque pelo que eu saiba, entre os IIr.'., que a GLUI não reconhece, é espúria. Então, antes da GLUI reconhecer o GOB, o GOB era espúria. Parem pra pensar o que os senhores andam falando por aí. Afinal, somos tolerantes, combatemos o fanatismo religioso e o preconceito, cavamos masmorras aos vícios e levantamos Templos a Virtude. Que a Luz do GADU possa Iluminar profundamente a mente de alguns IIr.'. porque MIMRCT! Teria muito mais pra falar. Teria pra dizer que muitos IIr.'. meus do GOB ou dos Orientes Independentes ou das Grandes Lojas, reconhecem em silêncio o Trabalho das Mistas ou Femininas e até se afiliam a Estas, porém, de forma Sigilosa com medo de serem escruídos de suas Obediências, mas guardem, isso tudo está perto de acabar, porque estamos evoluíndo, não vivemos mas na Idade da trevas, vivemos na Idade da Informática, Idade da Luz, Idade das Transformações e a mulher já conquistou o seu espaço a muito tempo e devemos lembrar também, que saímos dela.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite!
    Na cidade de picos estado do Piauí foi fundada a GRANDE LOJA MAÇÔNICA MISTA DO ESTADO DO PIAUÍ- GLOMMEPÍ, hoje é uma realidade

    ResponderExcluir
  6. Somos regidos pela Maçonaria, detentores do poder e dos segredos que compartilham entre si.
    A maçonaria em baixos graus é inocente e manipulada, apenas uma pequena porcentagem de Maçons conhecem o verdadeiro segredo e um número ainda menor atinge o grau 33
    Eles preparam o mundo para o grande evento, "faze oq queres pois é tudo da lei" "amor sob vontade" "Terei poucos e seletos seguidores, mas estes serão seguidos pelo mundo inteiro"
    Somos bombardeados por simbolos maçons, a maioria herdado do antigo Egito, o olho que tudo vê ou olho de Hórus, está em todos os cantos e seu significado é indiscutível.

    Voces preparam o mundo para o grande engano, mas eu já sei o segredo, não precisei me tornar Maçom para saber como funcionam os ritos e confesso que saber a respeito disso só aumentou minha fé em Deus (ÚNICO E SANTO DOS HEBREUS)

    A BATALHA ESTÁ PRESTES A COMEÇAR, OS PORTAIS FORAM ABERTOS E OS INJUSTOS SERÃO ESMAGADOS PELOS PÉS DA MULHER QUE ESMAGOU A SERPENTE.

    PREPAREM-SE, JESUS VOLTARÁ E TERÁ UM EXERCITO FIEL.

    ResponderExcluir

Ola, Obrigado por comentar, Volte Sempre!!

Regras:
- Não serão aceitos comentários contendo: palavrões, ofensas, ou qualquer tipo de discriminação!
- Não publicamos mais criticas negativas de "anônimos"! Para criticar, identifique-se!
- Os comentários serão respondidos aqui mesmo!